Novo

Conselhos, sugestões práticas sobre a melhor forma de cultivar nossas plantas

Conselhos, sugestões práticas sobre a melhor forma de cultivar nossas plantas


GUIA DE CONHECIMENTO E CUIDADO COM AS PLANTAS

Você já se perguntou como fazer uma orquídea ou um cacto florescer? Você já se viu na frente de sua minúscula planta que parece desanimado por não saber a quais santos recorrer para fazê-la viver? Nesta coluna você encontrará muitas informações fundamentais para a sobrevivência de suas plantas!
Se quiser acrescentar novidades, informações ou dar-nos sugestões sobre os temas a tratar, para fazer desta coluna um ponto de referência para todos os amantes de plantas, não hesite em nos escrever.

Artigos


Guia prático para o cultivo de tomates, no jardim ou em vasos

Neste mini-guia, aprenderemos como cultivar tomates em vasos ou no jardim e descobriremos todos os truques para obter deliciosas, para levar à mesa para enriquecer as nossas saladas ou preparar saborosos molhos e acompanhamentos. E tudo orgânico!

O verão é a melhor época do ano para aproveitar tomates maduro, perfumado e rico em vitaminas, melhor ainda se BIO!

Você quer saber como cultivar tomates bom e genuíno? Basta seguir alguns simples Conselho prático. Em pouco tempo você poderá colher os primeiros tomates maduros diretamente da planta com suas próprias mãos.

Como cultivar tomates: mais fácil do que parece

O que você escolhe fazer no jardim ou em vasos, para saber como cultivar tomate é fundamental estabelecer o tipo de propagação você pretende usar. Nós decidimos se começar a partir de sementes, de mudas ou transplante de mudas de tomate prontas, que podem ser adquiridas em viveiros ou centros de jardinagem especializados.

Isso determinará quando você começará a cultivar tomates e quanto tempo levará para ver a primeira fruta. O coletado em vez disso, começará no verão e pode durar até o final do outono.


A regra principal é começar a plantar bulbos na época de dormência, ou seja, de setembro a dezembro. Se você está preparado para crescer em jarra você tem que escolher um dos plástico, terracota ou cerâmica bastante profundo e amplo. O tamanho deve ser adequado ao tipo e quantidade de bulbos que você vai plantar. O importante é que o vaso esteja equipado com furo de drenagem e que no fundo há um camada de argila expandida ou outros materiais de drenagem. Se o vaso for muito fundo, sirva-se de alguns deuses pedaços de cerâmica para preenchê-lo.


Conselhos de jardinagem: cultivo de plantas no terraço


Mesmo um terraço simples pode conter surpresas agradáveis ​​para os polegares verdes. Para quem não tem jardim, aliás, o terraço é uma alternativa válida, em escala, para a criação de um pequeno oásis verde pessoal, escolhendo as plantas certas e aprendendo a cuidar delas e a segui-las no tempo. O efeito de um terraço exuberante e florido que envolve um espaço muito pessoal para relaxamento e convívio é incomparável. Um efeito evocativo, que no entanto exige uma atenção constante e uma selecção cuidada de plantas compatíveis e adequadas ao nosso clima, para um espaço verde que dá sempre o melhor, mas também expressa algo que nos preocupa de perto. Mas vamos fazer um pedido. Na arquitetura, um terraço é definido como a área praticável da cobertura, enquanto o terraço é semelhante à varanda comum. As palavras se tornaram quase sinônimos hoje. E vamos nos referir, indiferentemente, a ambos os espaços para a criação do nosso cantinho verde pessoal. É claro que nem todos os terraços são iguais. A primeira variável envolvida será a exposição ao sol. Então, o clima da área afetará muito o tipo de plantas de pátio que vamos escolher.

Entre as plantas do terraço encontram-se plantas com flores, das quais um exemplo pode ser o gerânio ou a violeta, as plantas bolbosas (sobretudo as tulipas), as sempre-vivas, as trepadeiras, as plantas aromáticas e as hortaliças. Dependendo do espaço disponível, poderemos assim transformar a nossa esplanada numa autêntica pequena zona verde, capaz de nos dar satisfações como a produção de fruta da época ou aromas. Uma dica acima de tudo: focamo-nos na escolha de muitas essências, pedindo conselhos a viveiristas experientes, para ter sempre uma esplanada animada e colorida. Por isso, preferimos essências que nos permitem ter, em todas as estações, sempre novas flores, cheiros e cores em rotação.

Cultive plantas de pátio

A escolha de criar um canto verde em sua casa requer um mínimo de conhecimento preliminar. Porém, é uma atividade que pode ser praticada por qualquer pessoa, sempre munida da medida certa de boa vontade. E ele sabe nos dar suas satisfações, principalmente se tivermos o cuidado de nos informar sobre algumas noções básicas. Na verdade, conhecer as principais etapas da vida de uma planta e o que afeta seu crescimento nos permitirá ler com mais clareza suas necessidades. Uma planta em terraço precisa antes de mais nada de luz, por meio da qual ocorre o processo denominado “fotossíntese da clorofila”.

Na verdade, é graças à luz que ocorre uma reação química entre a água presente no solo que abriga a planta e o dióxido de carbono contido no ar. A partir dessa reação, os nutrientes necessários à vida da planta se desenvolvem e a mesma libera oxigênio no ar. À noite, porém, o processo se inverte, com a liberação de gás carbônico pelas folhas. Luz, dissemos. Luz necessária em maior ou menor quantidade por uma planta, dependendo da espécie. As plantas também são muito sensíveis à temperatura ambiente, pelo que antes de colocar uma determinada planta no nosso terraço devemos informar-nos sobre o seu clima ideal, recorrendo quando necessário à compra de mantas de protecção contra o frio.

Além de luz, uma planta terraço também vai precisar de uma certa quantidade de água, também dosada de acordo com as necessidades da planta, nunca por acaso. Se o nosso terraço estiver exposto a Sul, por exemplo, no verão iremos facilmente lidar com o grande calor de uma forma mais direta. Por fim, o solo será fundamental para o seu desenvolvimento, hospedando suas raízes e elementos nutritivos. Os solos podem ser básicos ou ácidos, argilosos ou arenosos. Para o posicionamento das plantas no nosso terraço, existe outro elemento fundamental a ter em consideração: a exposição. Para avaliar quantas horas por dia teremos sol e de que direção. Não nos esqueçamos também de considerar o alcance do terraço ou varanda. Na verdade, tomamos cuidado para não sobrecarregá-lo com potes acima do peso máximo que ele pode suportar.

Ferramentas úteis para o cultivo de plantas de pátio

E, por último, uma menção às ferramentas a utilizar para melhor cuidar das nossas plantas de terraço. Para as operações de jardinagem, de facto, vamos recorrer às ferramentas certas, tendo-as sempre à mão para uso imediato. Vamos começar com o cabeçote. Indispensável para o transporte de solo ou terra, ou mesmo para repotenciação, pode ser de diversos tamanhos e ter a alça coberta para um uso mais prático e fácil. A escolha dos vasos levará em consideração vários fatores: a resistência aos choques térmicos, para que a planta fique suficientemente protegida, a presença de furos no fundo para escoamento da água, as dimensões, os materiais (terracota, melhor esteticamente e mais pesado, plástico, mais resistente às mudanças térmicas, madeira, PVC). Existem também no mercado grandes contentores fixos, equipados com orifícios de drenagem adequados.

A tesoura também será fundamental para o cuidado das nossas plantas de terraço, para cortar ramos secos ou podar as plantas quando necessário. No verão, ou simplesmente para tratar a planta com as substâncias indicadas, um pequeno nebulizador pode ser muito útil. O tamanho das mesmas pode aumentar (ou simplesmente, tomaremos duas) se as plantas a serem tratadas forem muitas. Se houver saída de água na área preparada, será útil conectar um tubo de plástico, de preferência resistente ao gelo. Se, por outro lado, temos que administrar um platô complexo de plantas, podemos nos concentrar em um sistema de irrigação mais sofisticado, cujo custo sempre variará em função da complexidade do mesmo. Por fim, não esqueçamos o regador. O solo a ser usado para decantação merece uma discussão separada. Deixe-nos entrar em contato com pessoal especializado para pedir o conselho certo.

Acima de tudo, um conselho. Antes de iniciarmos o nosso caminho de construção de uma área verde no nosso terraço ou varanda, consultamos um ou mais viveiristas experientes. A opinião de um “técnico” pode ser fundamental para colher sugestões, ideias e novas ideias.


Cultivo de tomates em potes

Antes de entender como cultivar tomates em vasos, vale lembrar que os tomates não gostam de água parada. Isso significa que será indispensável prepare os frascos com uma camada de argila expandida na base e encher o próprio vaso com boa solo orgânico universal.

Essas operações preliminares precedem o transplante real das mudas. O crescimento da planta, por outro lado, pode ser estimulado pela adição de um composto feito em casa e da administração de futebol americano, excelente remédio para prevenir a podridão apical.

Na escolha dos vasos, aconselhamos que opte por diâmetros não inferiores a 30 centímetros e colocar as mudas de tomate perto de uma grade em uma posição ensolarada. Lembrar de auxiliar no desenvolvimento de plantas com os suportes certos. Além disso, certifique-se de garantir umrega abundante uma ou duas vezes por semana ou dependendo das necessidades de água da planta.

No entanto, evite molhá-los sai: o tomateiro é muito sensível à umidade e doenças fúngicas em geral. Por isso, é sempre aconselhável tirar o excesso de água dos pires e dar preferência às variedades cereja e tâmara.

Seguindo estas dicas práticas simples, você aprenderá a cultivar tomates em vasos ou no jardim de uma forma simples e poderá desfrutar de colheitas abundantes e duradouras.


E assim que seus tomates forem cultivados ...

As maneiras de servi-los à mesa ou de utilizá-los em receitas deliciosas são quase infinitas. Aqui estão algumas receitas à base de tomate em que você pode estar interessado:

  • Receita do pappa al Pomodoro
  • Tomates recheados assados
  • Almôndegas vegetarianas com molho de tomate e manjericão
  • Sopa de tomate e bulgur, a receita fácil
  • Conserva de tomate caseiro: a receita fácil
  • Gaspacho Andaluz, a receita clássica

Leia também nossos guias:

  • Cultivar batatas
  • Como fazer a salada
  • Como cultivar aspargos
  • Como cultivar árvores frutíferas dentro de casa
  • Como cultivar hortelã em vasos ou no solo
  • Como cultivar gengibre
  • Como cultivar uma planta a partir de resíduos alimentares
  • Como cultivar manjericão
  • Alecrim cultivado
  • Cresce lavanda
  • Cultivar morangos
  • Horta em casa: o que crescer?


Vídeo: Roses, simple tips and care for your rose bushes, gardening and lifestyle