Coleções

Pisadas de plantas e roubo em jardins: como proteger as plantas de estranhos

Pisadas de plantas e roubo em jardins: como proteger as plantas de estranhos


Por: Bonnie L. Grant, agricultor urbano certificado

A maioria dos transeuntes provavelmente não roubará suas plantas. No entanto, nem todo mundo é um observador educado de seu jardim e você pode querer proteger seus bebês de vândalos rudes e outras pessoas que não têm o mesmo carinho que você tem pelas plantas. As plantas próximas a qualquer calçada povoada, rua, vasos de fácil acesso e plantas de jardim comunitário podem ser danificadas ou predadas. Algumas dicas sobre como proteger as plantas de estranhos podem ajudar a proteger o seu jardim.

Prevenção de vandalismo em jardins

Eu moro do outro lado da rua de uma escola primária onde não há calçadas. A cada outono, temo os pezinhos que pisotearão todas as minhas plantinhas na frente da propriedade. Eles não se importam se estão matando uma planta e aumentam seu desprezo jogando lixo no quintal também. Não quero parecer um mesquinho, mas mesmo assim o dano me irrita. Qualquer espaço viajado com frequência pode ser impactado por estranhos. A prevenção de danos e vandalismo em jardins requer algum planejamento e algumas ferramentas úteis.

A menos que você tenha um quintal totalmente cercado ou que suas plantas não cresçam ou deixem rastros em um espaço público, não existe uma maneira infalível de proteger suas plantas. O vandalismo no jardim acontece de maneiras grandes e pequenas. Seu gnomo de jardim ou flamingo rosa pode ser roubado, ou até mesmo o grande pote de vidro asiático na frente da casa pode ser quebrado ou pego por capricho.

Ocasionalmente, até mesmo uma planta inteira pode ser retirada de seu quintal se você tiver plantas ornamentais especialmente atraentes. Luzes noturnas e cercas ajudam, mas plantar para defesa é uma ideia ainda mais fácil e aumentará o interesse do seu jardim. Plantas espinhosas ou espinhosas impedem o pisoteio de plantas e o roubo em jardins. Algumas ideias podem incluir:

  • bérberis
  • grama dos pampas
  • rosas

Como proteger plantas de estranhos

Pode parecer um assunto estranho, mas muitos jardineiros sabem que proteger jardins ao longo das calçadas contra danos causados ​​por carros e pedestres é uma preocupação válida. Caminhões altos quebram galhos de árvores e plantas de baixo crescimento estão sujeitas a tráfego de pedestres prejudicial. Uma boa manutenção e poda anuais podem ajudar a prevenir lesões nos ramos.

Proteja novas plantações adjacentes à calçada com barreiras de arame ou tela até que se estabeleçam. Escolha plantas que sejam grandes o suficiente para que seja impossível caminhar sobre elas. Coloque uma cerca viva de plantas ao longo do caminho com folhas duráveis, como louro ou pittosporum. Se tudo mais falhar, instale um caminho em vez de plantas. Isso eliminará a necessidade de proteger jardins ao longo das calçadas e funcionará como uma solução utilitária e de baixa manutenção.

Soluções simples para evitar atropelamento e roubo de plantas em jardins

Algo tão simples como um sinal educadamente pedindo aos transeuntes que fiquem fora do jardim ou que não toquem às vezes é suficiente para impedir a maioria dos danos potenciais. Muitas vezes, as pessoas podem simplesmente não saber que estão causando danos ou que uma área está fora dos limites e uma placa pode ajudar a corrigir esse desconhecimento.

Barreiras físicas também são maneiras eficazes de manter estranhos longe de seu quintal.

  • O bambu é barato e comum. Use-o nos trilhos como uma barricada fácil.
  • Troncos de cedro colocados ao longo da borda do jardim reduzem o tráfego dentro dos canteiros.
  • Arcos de metal, bambu ou plástico delimitam áreas onde não há pedestres.
  • Gaiolas para plantas podem protegê-los de lesões tópicas.

Se você não quiser barreiras físicas, tente criar uma horta comunitária onde estranhos são convidados a visitar, desde que permaneçam no caminho. Em lotes de esquina de acesso aberto, calçadas e faixas de plantio, uma erva resistente e um jardim perene convidam à visualização e são resistentes e de baixa manutenção.

Outra ideia é plantar “stepables” ou plantas que ainda possam prosperar sob forte compactação. As plantas que são virtualmente indestrutíveis e criarão uma bela folha verde para os pedestres incômodos incluem:

  • Tomilho
  • Yarrow anão
  • Vinca
  • Hera
  • Sedum rastejante
  • hortelã
  • Trepadeira estrela azul

Este artigo foi atualizado pela última vez em

Leia mais sobre Urban Gardens


Proteção contra carrapatos, linha direta de jardinagem e prevenção de vandalismo em jardins: A.M. Links para sexta-feira, 27 de junho

Evite áreas lenhosas ou com ervas daninhas que possam estar infestadas de carrapatos transmissores de doenças.

PROTEÇÃO CONTRA CARRAPATOS: Ohio é o lar de espécies de carrapatos que podem espalhar a febre maculosa das Montanhas Rochosas, a doença de Lyme e outras doenças. O Departamento de Saúde de Ohio elaborou um folheto informativo com dicas sobre como prevenir doenças transmitidas por carrapatos.

Evite áreas lenhosas ou com ervas daninhas que possam estar infestadas de carrapatos.

Use roupas de cores claras para facilitar a localização de carrapatos rastejantes. Prenda as calças em tops de meia ou botas.

Use repelentes e siga as instruções do rótulo cuidadosamente.

Mantenha os cães em áreas bem cortadas durante a temporada de carrapatos (abril a setembro).

Inspecione os cães em busca de carrapatos todos os dias. Mantenha o quintal e as áreas de lazer ao ar livre bem cortadas para desencorajar a infestação de carrapatos.

Para remover um carrapato, proteja os dedos com uma toalha de papel ou use uma pinça. Segure o carrapato perto da pele. Com pressão constante, puxe o carrapato para cima e para fora. Não esmague o carrapato.

Não use chama ou cigarro para remover um carrapato. Isso pode causar o estouro do carrapato e aumentar o risco de doenças.

Após remover o carrapato, desinfete bem o local da picada e lave as mãos com água e sabão.

LINHA DE JARDINAGEM: O programa Mestre Jardineiro do Condado de Cuyahoga mantém uma linha direta que os jardineiros podem ligar para obter informações especializadas sobre flores, vegetais e gramados. A linha direta, que é operada por voluntários, está aberta das 10h00 às 13h00. Segunda e quinta-feira, ligue 216-429-8200, ramal 235.

PARE O VANDALISMO DE JARDIM: Muitas vezes, as hortas comunitárias precisam lidar com o vandalismo, produzir roubos e problemas relacionados. A Heights Community Garden Network oferece uma lista de dicas para combater o vandalismo de hortas comunitárias.

Faça um sinal para o jardim. Faça com que as pessoas saibam a quem pertence o jardim e que é um projeto de bairro.

Plante plantas espinhosas ao longo de sua cerca para proteção extra.

Convide todas as pessoas da vizinhança a participarem. Pessoas que se sentem excluídas são vândalos em potencial.

Peça aos vizinhos para ficarem de olho no jardim, dê-lhes o número de um organizador de jardins para o qual eles podem ligar se virem vandalismo acontecendo.

Colha todas as frutas e vegetais maduros diariamente.

Plante batatas ou vegetais menos populares, como couve-rábano, ao longo da calçada ou da cerca.

Polvilhe as plantas com farinha ou cinzas de madeira para que os ladrões as evitem.

Plante trepadeiras ao longo das paredes para desencorajar o grafite.

Nota aos leitores: se você comprar algo por meio de um de nossos links de afiliados, podemos ganhar uma comissão.


Benefícios das hortas comunitárias

Além de fornecer frutas e vegetais frescos, uma horta também pode ser uma ferramenta para promover a saúde física e emocional, conectar-se com a natureza, ensinar habilidades para a vida e promover segurança financeira.

Saúde: Hortas comunitárias fornecem um local para cultivar alimentos saudáveis ​​e nutritivos, resultando em ambos os jardineiros e suas famílias comendo uma variedade maior, maior quantidade (Alaimo, Packnett, Miles e Kruger, 2008) e maior qualidade de frutas e vegetais frescos. Além disso, os jardineiros aumentam sua atividade física e saúde geral (Wakefield, Yeudall, Reynolds e Skinner, 2007).

Natureza: Para muitos moradores urbanos cercados por prédios altos e concreto, uma horta comunitária pode fornecer o único contato com plantas, pássaros, borboletas e a natureza. As lições aprendidas na horta comunitária sobre conservação da água, preservação da qualidade da água, gestão ambiental e uso sustentável da terra podem ser levadas para casas, empresas e escolas e implementadas, melhorando a saúde ambiental.

Habilidade de vida: Além de uma riqueza de informações básicas sobre horticultura, os jardineiros aprendem habilidades importantes para a vida, como planejamento, organização e trabalho em equipe.

Finança: As hortas comunitárias podem ter benefícios financeiros tanto para o jardineiro quanto para o proprietário. Alguns jardineiros vendem os produtos que cultivam. Outros se beneficiam com a redução do valor que gastam na produção. Os proprietários podem gerar renda alugando lotes de jardins.

Participar de uma horta comunitária melhora a saúde do jardineiro, bem como de sua família, da comunidade e do meio ambiente.

Robert Rominger e John Moskop no Goler Community Garden em Winston-Salem. Atendido por funcionários do Downtown Health Plaza, o Forsyth County Health Dept.

Robert Rominger e John Moskop no Goler Community Garden em Winston-Salem. Atendido por funcionários do Downtown Health Plaza, o Forsyth County Health Dept.


Etapa 2: Faça um plano

Agora que você organizou um comitê de planejamento, esteja preparado para fazer tudo sozinho. Você não vai, mas isso o ajudará a se manter organizado. Você pode considerar a criação de cartões de visita com endereço, e-mail, número de telefone, página do Facebook e site. As pessoas levarão você e seu comitê mais a sério. Eles estarão mais inclinados a ajudá-lo se parecer que você sabe o que está fazendo. Um cartão de visita pode ser uma forma barata e fácil de enviar essa mensagem. Se possível, forneça um cartão a todos no comitê de planejamento.

Imagem: Thinkstock

Faça uma reunião de seu comitê de planejamento e discuta estes tópicos:

  • Qual é o seu propósito?
  • Quais são os objetivos de longo e curto prazo?
  • Como você escolherá líderes?
  • A quem o jardim servirá?
  • Como o produto será dividido?
  • Haverá condições de adesão (residência, taxas, acordo com as regras)?
  • Como os lotes serão atribuídos (por tamanho da família, residência, necessidade ou grupo)?
  • Qual será o tamanho dos lotes?
  • Como os enredos serão traçados?
  • Quando alguém sai de um terreno, como será escolhido o próximo jardineiro?
  • Se o grupo cobrar taxas, como o dinheiro será usado? Quais serviços, se houver, serão fornecidos aos jardineiros em troca?
  • Como as decisões serão tomadas?
  • Os jardineiros se encontrarão regularmente?
  • Os treinamentos serão realizados no jardim?
  • Haverá regras sobre o uso de produtos químicos ou áreas específicas para hortas orgânicas?
  • Como será feita a manutenção mínima (especialmente sacha, sacha e mais sacha) tanto dentro dos lotes quanto nas áreas comuns (incluindo ao longo de cercas, canteiros de flores e áreas de descanso)?
  • Como o trabalho será compartilhado? Quem faz o que?

É muito a considerar, mas não se deixe intimidar. Muitos jardins são organizados de forma muito informal e funcionam com sucesso durante anos. Os líderes estão à altura para propor ideias e realizar tarefas. Conforme a carga de trabalho se expande, muitos grupos escolhem uma estrutura mais formal para sua organização.

Novos grupos podem se beneficiar de várias reuniões de planejamento. Depois que o comitê de planejamento tiver se reunido e esboçado um “plano”, faça reuniões públicas e anuncie-as com entusiasmo.

Se ninguém comparecer às reuniões de planejamento, você não anunciou a reunião bem o suficiente ou há pouco interesse. É importante ter em mente que você pode fazer uma horta sozinha, mas não pode ter uma horta comunitária sozinha. Você precisará de jardineiros dedicados para iniciar uma horta comunitária.

Experimente as sugestões dessas reuniões de planejamento e veja o que funciona. Depois de alguns meses, você estará em uma posição melhor para desenvolver estatutos ou diretrizes organizacionais.

Ter um tema ou causa com objetivos claros, como apoiar um abrigo para sem-teto, grupo religioso ou ideia unificadora, pode ajudar a unir os participantes e fornecer coesão ao grupo comunitário.

Considere procurar um patrocinador. Muitas hortas se sustentam com a cobrança de taxas, mas um pouco de dinheiro de um patrocinador pode ajudar muito. As organizações patrocinadoras também podem ajudá-lo de outras maneiras. Eles podem fornecer terrenos ou ferramentas e ajudar com o seguro de responsabilidade civil. Se você decidir que é hora de o jardim se tornar uma organização sem fins lucrativos, um patrocinador sem fins lucrativos poderá incluir seu jardim em seu status.

Independentemente do que for decidido nas reuniões, certifique-se de registrar os dados de contato de cada pessoa que comparecer e anotar suas experiências e talentos. Mantenha esses contatos atualizados para que possa pedir sua ajuda e mantê-los informados.

Como acontece com qualquer comitê, você precisará abrir mão de algum controle. Nem todas as suas ideias serão aceitas e algumas ideias novas serão apresentadas. O plano final pode ser melhor do que o que você imaginou.


Amesbury Community Garden

A cidade de Amesbury, por meio da Comissão de Conservação, mantém uma horta comunitária na Fazenda Battis. Você não precisa ser um residente de Amesbury para enviar uma inscrição para um terreno de jardim. É dada preferência aos jardineiros que retornam.

Regras e regulamentos

Elegibilidade

Qualquer pessoa disposta a cumprir estas Regras. Todas as pessoas devem assinar um acordo de "isenção de responsabilidade" isentando a cidade de Amesbury de qualquer responsabilidade ou dano sofrido devido ao uso do terreno da cidade. Pessoas com menos de 18 anos podem assinar se um adulto assinar com eles. Embora as parcelas geralmente sejam atribuídas por ordem de chegada, algumas preferências serão mostradas aos participantes de longa data.

Preparação do terreno do jardim

A Comissão de Conservação irá, se o clima e as circunstâncias permitirem, arar e gradear. A Comissão fornece torneiras de água durante o período de cultivo. Os voluntários do Amesbury Community Garden Group marcarão, numerarão e designarão lotes. Eles podem ser usados ​​assim que isso for feito, geralmente no início de maio. As horas do jardim vão do amanhecer ao anoitecer. A cidade não pode ser responsável por proteger a trama contra a colheita não autorizada ou vandalismo. Parcelas inteiras (30’x30 ’) ou Metades (15’x30’) estão disponíveis com um caminho de caminhada comum na fronteira com cada parcela. Os caminhos adjacentes ao seu terreno devem ser mantidos livres de pedras e ervas daninhas.

Manutenção de plotagem

- Os locatários devem marcar seu terreno com uma placa mostrando seu nome. Se não houver sinais de uso até o Memorial Day, o terreno será reatribuído a alguém na lista de espera.

- Nenhum lote será atribuído a crianças menores de 18 anos, a menos que um dos pais assine com eles. As segundas parcelas serão atribuídas somente depois que todos que se inscreverem dentro do prazo de inscrição tenham recebido uma. Aqueles que desejam fazer uma segunda parcela devem se colocar em uma lista de espera. As segundas parcelas serão atribuídas por ordem de chegada. Essas parcelas estão sob as mesmas regras de reatribuição das primeiras parcelas (veja acima). Locatários que abandonarem os lotes no meio da temporada não terão permissão para voltar por uma temporada (a menos que haja circunstâncias incomuns, como doença ou lesão).

- Podem ser cultivadas flores ou vegetais anuais legais, exceto pipoca, lanternas chinesas e alcachofras de Jerusalém. Perenes não podem ser cultivadas porque a terra deve ser limpa para arar a cada primavera. Os jardineiros podem cultivar ervas perenes e desenterrá-las no outono ou na primavera, antes que a terra seja arada. O plantio de uma safra e a falha na colheita são desencorajados. Sem árvores ou arbustos. Somente fertilizantes, pesticidas, fungicidas e herbicidas comuns aprovados para hortas caseiras devem ser usados. Tenha consideração pelos seus vizinhos de jardinagem ao aplicar esses materiais em seu terreno: esteja ciente das condições de vento e do desvio potencial. Os lotes devem ser mantidos, refletindo as boas práticas de jardinagem. Seja um bom vizinho de jardinagem!

- Cercas temporárias para impedir a entrada de criaturas são permitidas. As cercas devem ser enterradas um pouco para evitar que os animais cavem embaixo delas. As marmotas são criaturas muito inteligentes! Ferramentas manuais e roto-perfiladores podem ser usados. Nenhuma estrutura é permitida.

- Permitido regar em lata ou balde. A rega com mangueira é permitida, mas o usuário deve estar presente. Os usuários de mangueiras devem dar passagem para aqueles que estão regando manualmente. Sprinklers autônomos não são permitidos.

- Veículos motorizados e animais de estimação não são permitidos na área do jardim.

Limpeza no final da temporada

Pedras, ervas daninhas e outras matérias orgânicas devem ser removidas no final da temporada para o lado do jardim que segue ao longo da South Hampton Road. Faça as pilhas o mais próximo possível da parede de pedra. Os materiais feitos pelo homem devem ser retirados do jardim até o final da temporada, 30 de novembro. A temporada termina em 30 de novembro. Os locatários devem limpar seus lotes, removendo todas as cercas, plásticos e estacas do jardim. Os jardineiros devem remover os caules e as trepadeiras e colocá-los junto à parede de pedra ao longo da South Hampton Road. Certas safras (couve de Bruxelas, nabo) continuam a crescer em climas frios e não precisam ser removidas neste momento. As pessoas que não limparem seus terrenos dentro do prazo receberão um telefonema do Monitor de Jardins. Se o terreno não for limpo dentro de uma semana (exceto em circunstâncias difíceis), o jardineiro não poderá alugar um terreno por uma temporada.

A Comissão de Conservação tem o direito de retirar quaisquer privilégios de qualquer locatário a qualquer momento.


Sustentando Seu Jardim

Sustentando seu jardim inclui todas as coisas que fazem um jardim funcionar sem problemas, como manutenção do jardim, regras, recursos, comunicação e construção de comunidade.

Regras para a horta comunitária

Certificar-se de que os novos jardineiros (e os que retornam também) tenham uma boa ideia do que é considerado aceitável em seu jardim e o que não é - ajudará muito em direção à harmonia e levará a uma experiência bem-sucedida de horta comunitária para todos. Por exemplo: é permitido usar pesticidas sintéticos no seu jardim? A jardinagem de inverno é permitida? O que fazer com um terreno que parece ter sido abandonado? Como serão cuidadas as áreas comuns? Todas essas são questões freqüentemente encontradas em hortas comunitárias, que devem ser decididas cedo, e não antes que os jardineiros com idéias diferentes se confrontem sobre uma questão. Certifique-se de publicar as regras e fazer com que os jardineiros assinem sua aceitação das regras no momento de sua inscrição.

Existem muitos exemplos de regras de jardim nas quais você pode se basear. Veja abaixo links para alguns.

  • Exemplos de regras para jardins - Extensão da Universidade de Missouri
  • Exemplo de aplicativo de jardim - (PDF) Extensão da Universidade de Missouri. Conseguir que seus primeiros jardineiros se inscrevam em seus lotes será uma fase muito emocionante em seu projeto de jardim! Peça aos jardineiros que preencham um formulário para que você tenha suas informações básicas arquivadas.

Comunicação com jardineiros

Os quiosques do jardim ajudam na comunicação entre os membros do jardim.

Um quiosque localizado próximo a um galpão ou outro local de reunião no jardim pode servir como um centro de comunicação para a colocação de regras, avisos sobre reuniões na horta ou convites para uma colheita festiva.

Manter uma lista de contatos, com endereços de e-mail e números de telefone, será útil caso haja a necessidade de enviar mensagens importantes para os jardineiros que você não vê no local.

Desafios

A manutenção das áreas comuns pode ser difícil, especialmente durante o auge da estação de cultivo, quando os jardineiros estão ocupados cuidando de seus próprios terrenos de jardim. No entanto, é importante por razões de segurança, aparência, acessibilidade e senso de orgulho fazer alguma manutenção regular das passagens e áreas comuns ao redor e em todo o jardim.

Os líderes de jardinagem podem considerar a realização de dias de trabalho especiais de vez em quando, talvez em combinação com um potluck, palestrante educacional ou doação de sementes, para atrair os jardineiros a comparecerem a grupos de trabalho regulares. Grupos de serviço local, como alunos que precisam de horas de serviço comunitário, escuteiros ou empresas podem ajudar em eventos únicos. Nossa comunidade tem muitos voluntários dispostos a ajudar. Verifique com os coordenadores voluntários locais se precisar de ajuda para identificar e / ou anunciar voluntários.

Vizinhos irritados e péssimos jardineiros representam problemas para uma horta comunitária. Freqüentemente, os dois estão relacionados. Os vizinhos podem reclamar de jardins malcuidados, equipamentos e suprimentos que se acumulam no local ou aumento do barulho e da atividade no jardim. As hortas comunitárias podem ser prejudicadas pelo desenvolvimento da reputação de mau vizinho. Portanto, escolha as regras do seu jardim com cuidado para que você tenha os procedimentos a seguir quando surgirem problemas. Um jardim bem organizado com uma liderança forte e membros comprometidos pode superar quase qualquer obstáculo.

O vandalismo em hortas comunitárias acontece. Alcançar a comunidade e envolver os vizinhos próximos no jardim é um grande passo para gerar o desejo de ajudar a proteger o espaço. E essas pessoas podem servir como olhos vigilantes. Se o seu jardim é alvo de vandalismo, a melhor ação que você pode fazer é replantar imediatamente. Freqüentemente, isso enviará um sinal aos vândalos de que suas tentativas de inviabilizá-lo não funcionarão. As tentativas de cercar o jardim como meio de manter as pessoas do lado de fora provavelmente não funcionarão. No entanto, plantar arbustos pontiagudos ou pontiagudos ao longo do perímetro só pode.

Pode ser útil agendar grupos de trabalho em momentos importantes, como noites de verão e fins de semana, para que outras pessoas saibam da importância do jardim e para manter uma presença na área.

Voluntários

Os voluntários podem desempenhar inúmeras funções na sua horta comunitária. Eles podem ajudar a ensinar habilidades de jardinagem, criar folhetos, fazer ligações, organizar potlucks, ajudar a arrecadar dinheiro ou doações em espécie para ferramentas, um depósito de ferramentas ou outros itens necessários e muito mais. Os voluntários podem ser gerados de dentro da comunidade do jardim ou de fora dela. Grupos de escoteiros podem ser trazidos para ajudar a instalar canteiros elevados, voluntários de igrejas ou outros locais de culto podem ajudar a remover ervas daninhas ou colher se alguns dos vegetais forem criados para doar a despensas de alimentos.

Programa Mestre de Jardineiro

O programa WSU Clark County Extension Master Gardener treina e apóia voluntários que servem como mentores em escolas e jardins comunitários em Clark County. Inscreva-se para hospedar um ou mais mentores de jardinagem em sua horta comunitária, entre em contato com Erika Johnson, Coordenadora do Programa Mestre de Jardineiros da WSU pelo telefone 564-397-5738 ou [email protected]

Fato rápido: Economize o dinheiro das famílias e gere uma renda complementar. Estudos estimam que uma horta comunitária pode render cerca de $ 500 a $ 2.000 em produtos por família por ano, e que cada $ 1 investido em uma horta comunitária rende cerca de $ 6 em produtos. Os horticultores comunitários podem suprir todas ou parte das necessidades de produção de sua família, economizando dinheiro. Os horticultores comunitários às vezes também vendem seus excedentes, gerando uma pequena renda.

Nossas páginas fornecem links para sites externos para a conveniência dos usuários. A WSU Extension não gerencia esses sites externos, nem a Extension analisa, controla ou assume responsabilidade pelo conteúdo desses sites. Esses sites externos não representam implícita ou explicitamente as posições e políticas oficiais da WSU Extension.


Assista o vídeo: Canna índica ou Biri, conhecida também como bananeira de jardim e canna índica.